O QUE É ESTAR EM CRISTO?
28/08/2020 12:51 em Palavra de Fé

Apóstolo Marques

 

Descrição: Realidade da nova criação

 

Disse Deus:

E JAMAIS me lembrarei dos seus pecados e das suas iniquidades... (Heb. 10:17)

Apesar de muitos pregadores lerem essa verdade, parece que não acreditam que ela diz o que realmente diz; parece acreditarem que apesar de estar dizendo que Deus não se lembra mais dos nossos pecados, isso só acontece se tivermos a capacidade de pedir o perdão e não por ser obra dele realizada por meio de Cristo, na cruz.

Entenda, se Deus não se lembra dos pecados que foram perdoadas na cruz na nova aliança, em Cristo, como posso dizer às pessoas que elas precisam se arrepender de seus pecados se elas foram reconciliadas e batizadas em Cristo, elas deveriam se arrepender novamente de seus pecados?

Esta é uma interpretação errada ou uma ignorância completa da obra feita por Cristo na cruz.

 

Veja 2 Coríntios 5:19

Deus estava em Cristo, reconciliando consigo mesmo o mundo, NÃO IMPUTANDO AOS HOMENS OS SEUS PECADOS

É possível que mesmo assim algumas pessoas insistam e citam Atos 2:38, e digam: Mas, o apóstolo Pedro ordena que as pessoas se arrependam e sejam batizadas ...

Bem diante disso, o que precisamos levar em consideração é que Atos é um livro histórico, ele nos conta a história de uma igreja primitiva, que está cheia de obras mortas, Atos é o relato do início, além de ser um tempo de transição onde estavam deixando muito costumes da lei. Vale ainda ressaltar que o livro de Atos é um livro incompleto, ele ainda não acabou, inclusive agora está sendo escrito por nós.

 

Mas vamos falar dessa passagem de Pedro.

Quando Pedro disse às pessoas para se arrependerem e serem batizadas, ele não sabia nada sobre a Graça e a era apostólica, esse assunto para ele era totalmente desconhecido, pois afinal Pedro fazia parte dos apóstolos do cordeiro, que eram testemunhas oculares da vida terrena de Jesus, do momento que ele falava aos Judeus, e não a igreja.

Mais tarde, Pedro conheceu a Graça por meio do apóstolo Paulo vejamos: Depois de três anos, subi a Jerusalém para conhecer Pedro pessoalmente, e estive morando com ele quinze dias. Gálatas 1:18

Foi exatamente nesse tempo os primeiros contatos de Pedro com a Graça.

Foi nesses esses quinzes dias que Pedro recebeu a graça por meio de Paulo e somente após foi então que Pedro mudou, exatamente porque aprendeu a Graça!

 

Veja a mudança em sua linguagem:

I Pd. 1: 1 e 2

Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos ELEITOS de Deus, peregrinos dispersos no Ponto, na Galácia, na Capadócia, na província da Ásia e na Bitínia, ESCOLHIDOS de acordo com a presciência de Deus Pai, pela OBRA SANTIFICADORA DO ESPÍRITO, para a obediência a Jesus Cristo e a aspersão do seu sangue: Graça e paz lhes sejam multiplicadas.

 

II Pd. 1: 1

Simão, Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa pela justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo: Graça e paz!

 

Glória a Deus! Em apenas quinze dias Deus mudou o coração e a visão de Pedro, ao receber a graça através de Paulo.

Aqueles quinze dias fizeram a transformação completa na vida de Pedro, veja ele diz publicamente que era um apóstolo de JESUS CRISTO!

Aquele Pedro que pregava arrependimento agora está dizendo que A FÉ é alcançada PELA JUSTIÇA do nosso Deus e ainda afirmou que Jesus Cristo é o próprio Deus quando disse: ...nosso Deus e Salvador Jesus Cristo!

Agora ele não prega mais a lei e o judaísmo, não vivi mais sob as ordenanças judaicas. Agora ele ensina a obra santificadora do Espírito Santo, agora a salvação não está mais na água do batismo e sim no sangue de Cristo!

 

É obvia a mudança nos ensinos de Pedro, pois aquele Pedro que lá em Atos, ainda debaixo de lei, mandou o povo se arrepender, ao receber a graça já não falava mais isso.

Ressalto ainda que em nenhum momento enquanto Pedro andava com Jesus de Nazaré (não, Jesus Cristo) ele usou a palavra eleito!

 

Quando, no livro de Atos, ainda debaixo da lei, Pedro usou tal palavra? NUNCA!

 

Gloria a Deus, naqueles abençoados quinze dias que Paulo esteve com Pedro foi tempo suficiente para apostolar aquele judeu que “pensava” que era cristão... Paulo até precisou lhe repreender:

Mas quando vi que NÃO ANDAVAM CORRETAMENTE CONFORME A VERDADE DO EVANGELHO DA GRAÇA, disse a Pedro, na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, POR QUE OBRIGAS OS GENTIOS (exemplo, Cornélio em Atos 10) a viverem como judeus? Gl. 2:14

 

Bem em suma, está em Cristo é estar na verdade do Evangelho da Graça os demais não estão em Cristo e sim debaixo de lei e estar debaixo da lei é estar debaixo de maldição.

 

Pois todos os que são das obras da Lei estão debaixo de maldição. Gl 3:10a

COMENTÁRIOS
App Vivendo em Graça