Adolescente arrastado para o alto-mar fica 10 horas à deriva falando com Deus “a noite inteira”
18/07/2018 - 15h49 em Novidades

Milhares de pessoas por ano são arrastadas por correntes marítimas enquanto tomam banho nos mares dos litorais pelo mundo. A maioria são turistas, que, empolgados com a diversão e o entretenimento, se esquecem dos perigos e cuidados necessários para não colocarem suas vidas em risco, sendo surpreendidos pelas armadilhas do oceano.

Ao que parece, foi isso o que aconteceu com o adolescente Blake Spataro, da Louisiana, Estados Unidos. Ele e a sua família estavam visitando a ilha de St. Simon, na Geórgia, a maior da região em um conjunto de quatro, muito visitadas por turistas do país e outras partes do mundo.

Spataro disse ao canal WJAX-TV que estava sentado na parte rasa do mar, quando percebeu que estava sendo arrastado por uma corrente marítima para distante da costa. Distraído com a diversão, o adolescente não notou que o mar poderia mudar rapidamente.

Sem ter como lutar contra a corrente, para não ficar muito exausto e terminar se afogando por cansaço, Spataro fez o certo e se deixou levar pela maré, acabando parar no alto-mar. Sozinho e sem ter para quem pedir ajuda, ele poderia entrar em desespero, mas não foi isso o que aconteceu.

“Eu não queria morrer ali. Eu falei com Deus a noite inteira”, disse ele, explicando que nos momentos de maior cansaço, ficava boiando de costas para o mar. No total, foram ongas 10 horas à deriva no Oceano Atlântico aguardando o resgate.

“Eu sabia que ele estava na água. Eu senti”, disse Janice Dansby Spataro, a mãe do adolescente em entrevista à Fox News. “Eu orei a Deus durante toda a noite. Eu estava orando e estendi a mão na mídia social para pedir oração porque há poder na oração”.

Spataro contou que viu luzes de um navio da Guarda Costeira perto de onde estava. Ele então decidiu utilizar suas últimas forças para nadar contra a corrente, indo parar em uma costa há vários quilômetros da ilha St. Simon.

O testemunho de fé do adolescente foi televisionado e o seu resgate comemorado pelos familiares.

 

Fonte site: noticias.gospelmais

 

COMENTÁRIOS